Arquivo do mês: agosto 2013

24 agosto

A noite azul tem o matiz da poesia O matiz do céu azul de Alphonsus de Guimaraens (Valeria Pereira da Silva) Anúncios

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

23 agosto

Onde está o meu pai que as estrelas levaram pela mão? Ele foi de terno azul na imensidão… (Valeria Pereira da Silva)

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

22 agosto

Estrela aranha que escreve destinos, salpica na tua teia-texto, em tintas de outro mundo a noite que será lembrada… (Valeria Pereira da Silva)

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

21 agosto

Noites brancas, azuis, douradas que em solilóquio e solidão são só saudades! (Valeria Pereira da Silva)

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

20 agosto

Há noites azuis em que as borboletas de luz de longo dourado, ornam os lampiões! (Valeria Pereira da Silva)

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

19 agosto

No recital noturno Nascem asas e oásis. (Valeria Pereira da Silva)

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

18 agosto

A noite escura é um conto: Numa noite escura de chuva, do gato preto no cabo do guarda-chuva A noite é uma mulher que conta. (Valeria Pereira da Silva)

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário